Vietnã…loucura loucura loucura!!!!

Ficamos quase um mês no Vietnã e muita coisa aconteceu, fizemos muitas coisas legais ,passamos por alguns  “perrengues”, demos muita risada e comemos muito bem por muito pouco dinheiro! Tentei resumir aqui um pouco do que passamos mas se pudesse escreveria ainda mais! Amamos o Vietna!!

Saímos de Kuala Lumpur e viajamos até Hanoi, começamos pelo norte do Vietnã e para a nossa surpresa quando saímos do aeroporto estava muito frio! Estávamos na Malásia num calor insuportável e a diferença de temperatura foi bem grande! Pegamos um táxi e fomos até o apartamento da Patty que nos recebeu através do Couchsurfing também.Já eram quase onze horas da noite quando chegamos lá e mais uma vez tivemos uma ótima surpresa com o Couchsurfing! A Patty é um doce de pessoa, super atenciosa conosco, a empatia foi imediata! 

 

patty e eu cuidando da beleza!!!


No dia seguinte saímos até a parte da cidade, ao meu ver, mais interessante para observar o que é realmente a cultura daqui, fomos andar e andar bastante no ” old quarter” . Não tem jeito e eu acho que é unanimidade que a primeira coisa que qualquer um vai  notar e se assustar quando chegar aqui é a loucura do trânsito, a quantidade de motos!

Gente o trânsito beira o caos!!! Nas avenidas as pessoas atravessam a rua rezando eu acho viu!!!! Mas no final tudo acontece bem como se fosse sincronizado.

essa era apenas uma rua bem pequena,sem muita loucura rs

 

Primeiro almoçamos em uma mesinha na calçada em uma barraquinha de sopa, aqui chamada de “pho” que comemos vários dias sempre pagando mais ou menos um ou dois dólares ou até menos!Ps: as mesas deles aqui são tão baixas, do tamanho das que a gente usa em pré escola sabe?!eu e o Dadá ficamos praticamente agaixados!

No dia seguinte foi tudo meio complicado….. Decidimos pegar um ônibus bem cedo para ir até Mai Chau ao norte de Hanoi e de lá alugar motos para conhecer as pequenas vilas e as plantações de chá. Para começar o Da depois que descemos do carro viu que o celular ficou dentro do taxi! Não tínhamos a placa nem nada, por incrível que pareça a Patty ligou na empresa que localizou o motorista e ele super honesto voltou e devolveu, nisso o ” ônibus” já estava nos esperando e quando foi chegando perto fui ficando preocupada, era mais ou menos uma van e já estava completamente lotada de gente mas o motorista insistia para que fôssemos entrando e já foi nos colocando em um banco duro, sem encosto nenhum, meio improvisado num espaço que seria para uma pessoa e ele enfiou lá eu e o Dadá! Iam ser quase 5 horas nesse lugar com o banco da frente caindo nas nossas pernas, enfim a situação era de bagunça total!!! Foi uma longa jornada e a sorte é que estava muito frio!!!! Imagina essa cena no calorão?! Tinham 40 pessoas mais o motorista gente! 

 

a minha cara de desespero!

Bom chegamos e a regiao é muito interessante , forrada com platacoes de arroz , búfalos sendo utilizados e um pequeno vilarejo.Queríamos alugar uma moto ali para a ir até a próxima vila, eram mais ou menos 3 horas de viagem mas não conseguimos a moto e decidimos ir de ônibus pois o frio estava congelante também.

Eis que a profecia se repete! Depois de uma longa espera chega o ônibus, gente só contando assim vocês não conseguem imaginar o número de pessoas que estavam dentro daquele ônibus! Não havia como entrar no ônibus mas ainda assim o motorista nos mandou subir e arrumar um canto! Eu estava literalmente de boca aberta com a cena rssss não tinha espaço nem no chão! A frente do ônibus aonde deveria ficar só o motorista estavm mais de quinze pessoas! E para ajudar no sufoco uma guria passando mal! A parte boa foi que eu não consegui enxergar a estrada porque depois quando vi o vídeo que o Dadá fez fiquei tensa! Não se enxergava um palmo à frente do nariz por causa da neblina e as estradas não são nada boas para isso! Sem contar que no Vietnã os motoristas de ônibus são um pouco loucos. O que mais me chamou atenção nisso tudo foi que ainda assim, ainda diante dessa cena ruim os locais estavam super bem humorados e alegres! O tempo todo! 

 

a frente do onibus!


Bom, mas chegamos bem e salvos no nosso destino e como já era noite e estava muito frio só saímos para comer, e muito RS. No dia seguinte acordamos cedo para conhecer as plantações de chá , foi engraçado pois como havia chovido estava tudo uma lama e super liso.

 


De volta a Hanoi não cansamos de andar naquela cidade! Fomos umas trocentas vezes na região  do old quarter e a cada vez que íamos víamos alguma coisa interessante!  Mas sempre com a mesma loucura de motos, pessoas, bicicletas, gente querendo te vender abacaxi, livros (copias originais hein RS )) manga ,pão frito, Batata doce,pão de arroz, bolo de arroz,banana com arroz,arroz com porco, bolacha de arroz, tudo de arroz e coisas que eu não conseguia identificar! Eu estava adorando essa folia toda!E claro, sempre parando para tomar o nosso ice coffe que atualmente é a minha nova paixão!

De hanoi fizemos um tour de dois dias para Halong bay dormindo uma noite no barco. Mesmo com o clima não ajudando pois estava muito frio e o céu cinzento gostamos bastante do que vimos! Realmente é uma paisagem única!

Depois de uma semana no norte fomos para Hue! Um ônibus noturno de mais ou menos 16 horas! Hue era a antiga capital, a cidade em si é legalzinha, o trânsito ainda é louco mas já bem menos que Hanoi. Ao redor da cidade existem várias tumbas dos antigos reis e como é uma região bem mais tranquila por ser fora da cidade alugamos uma moto e passamos o dia explorando,como estávamos às vésperas do ano novo lunar tudo estava tão lindo e cheio de flores!

Ficamos duas noites ali e partimos para a cidade mais fofa dos últimos tempos: Hoian! Ficamos em um hotel super gostoso e bem localizado por 12 dólares o casal! É uma cidade menor, com um centro antigo muito lindo, um rio ao redor deixa tudo mais lindo ainda e é conhecida pelas roupas feitas sob medida e pela comida boa! 

O que achamos lindo lá foram as lanternas! Por todo lado! No rio inclusive para trazer boa sorte!O que mais fizemos lá foi andar ,comer e tomar nosso ice coffe de menos de 50 centavos de dólar todas as manhãs assistindo a vida acontecer na cidade ao lado da ponte ( quando a gente viaja a gente começa a ter o tal do TEMPO sabe?? Começa a ver as pequenas belezas de acontecimentos diários  que já nem olhávamos  mais no dia a dia sem contar que a sensibilidade aumenta muito!) 

Andamos quase todos os dias pelo mercado central , coisa que a gente adora fazer em toda cidade, na nossa opinião é ali  que você consegue sentir mais como são os hábitos dos locais! Nós tiramos várias fotos no mercado central das senhorinhas bem idosas e com expressões bem sofridas mas que era só observar por um minuto que você vai e vê las sorrindo e, pelo menos aparentemente, felizes!

Iríamos passar o ano novo lunar ali, teria uma queima de fogos bem no rio próximo ao hotel e quando eu e o Da estávamos a postos com toda a multidão esperando o show, quem deu o show fui eu! A minha pressão caiu e eu desmaiei ali na rua! Tadinho do Dadá , quando eu acordei Ele estava desesperado ! Resultado: MIrella volta para o hotel mas felizmente o Da consegui ver e filmar tudo para me mostrar .

De lá seguimos para a cidade no meio das montanhas chamada Dalat! Incrível como muda tudo! Muito mais calma, com um clima gostoso, um ritmo bem mais lento , toda florida, casas coloridas, um super lago no meio da cidade, sempre lotado de gente, crianças e pedalinhos é um clima mais familiar!

Pegamos uma moto lá também e  fomos rodar os vilarejos ao redor da cidade e visitar a Elephant  Waterfall, linda cachoeira! Voltamos no final do dia a tempo para mais um ice coffe! E foi lá que descobri mais uma paixão! Uma senhora me deu uma fruta chamada star Apple, conhecida também por milk fruit, pois ela solta um líquido bem parecido com leite! Amei, comprava todos os dias e agora fico na torcida de sempre encontrar por onde vamos!

O Da tirou um dia lá também para fazer o canyoning, eu não tive coragem e fui bater perna ! São várias atividades nas cachoeiras, rapel, salto, coisa para quem gosta de aventura! RS.

De lá fomos para a praia de Muine, foram algumas horas sofridas dentro da van, comendo poeira na estrada esburacada  e quando fomos passando da metade do caminho a mudança da paisagem foi gritante, parecia que estávamos indo para o sertão .

Chegamos e fomos achar um quarto barato escondido em uma ruela local. Descobrimos que Muine é o refúgio para os russos, tem até cardápio com comida e escrito em russo tamanha a quantidade de russos ali.Decidimos sair caminhar a pé pela praia  e sentamos em um lugar lindo em frente ao mar e ficamos ali até a noite vendo os pescadores tentando pescar, aqueles barcos que parecem uma banheira no mar e vendo o por do sol!

No dia seguinte saímos  sem rumo só curtinho o visual lindo daqui! Decidimos dar um confere nos preços do resorts para ver a possibilidade de passar o níver do Da num lugar gostosinho. É assim foi entramos em uns 5 é foi divertido ficar imaginando a gente ali! o da achou um quarto com cozinha lindo em um resort pequeno por um preço bem pequeno.Fomos lá dar uma olhada nos apaixonamos e decidimos que ficaríamos ali duas noites como presente de aniversário! Seguimos para as Dunas!!! Primeiro as red dunes , nada demais pra ser sincera e de lá fomos para a white dunes mais distantes, 25 km!Que lindo! Que dia lindo!!!

Voltamos já era fim de tarde e paramos para comer na beira da praia! Você escolhe o peixe ou os frutos do mar frescos e eles preparam para você! Um quilo de frutos do mar, camarão e lula, mais a cerveja saiu menos de 20 reais!!!
 
A meia noite era níver do dada e eu quis fazer algo para deixa lo contente! Improvisei um bolo com uns pães de mel que encontrei que acabou combinando com a vela vermelha que consegui achar rss dai cantei parabéns

e tudo!Ficamos os outros dias descansando, afinal a gente tbm merece de vez em qd um lugar mais bonitinho e com mais conforto né? Pois se não como aguenta viajar tanto tempo?!

Seguimos para Ho Chi Min, sem antes claro quase ser expulsos do ônibus por ter discordado do motorista que não deixava a gente sentar nos assentos superiores, ele chegou a tirar a minha mochila do bagageiro rsss.
Em Ho Chi Min ficamos na região dos mochileiros bem próximo ao mercado Cho Ben, aonde fomos alguns dias e onde comi minha pior comida do Vietnã RS mas não aguentavamos ficar lá dentro, os vendedores são muito agressivos  para vender e chega a ser sufocante a pressão para vender,não dá nem para andar direito, o problema é que o preço que pedem para os turistas
As esta muito longe da realidade! Mas ainda assim muita coisa sai bem barata mas carregando apenas uma mochila complica né ?

E fomos também caminhar pelos prédios históricos, um que chamou bastante nossa atenção foi o Correio, Saigon Central Post office e o famoso é muito informativo War Remmarts Museum que explica muito bem e mostra as atrocidades cometidas na guerra Americana ( o que costumamos chamar de Guerra do Vietnã ).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s